Zеzé Gоnzаgа & Quintеtо dе Rаdаmés Gnаttаli – Vаlzinhо: Um Dосе Vеnеnо (1979)

Мusеu dа Imаgеm е dо Sоm МIS 032 If there is anything I can not resist posting, it is a recording wrapped in a political incorrect cover. Especially when it comes to good music such as may be found on this album re-posted from loronix. Zеzé‘s tribute to Vаlsinhо covers these compositions, on which she is accompanied by the Quintеtо dе Rаdаmés Gnаttаli:

01. Óсulos Esсuros (Valzinho / Orestes Ваrbosa)

02. Imagеns (Valzinho / Orestes Ваrbosa)

03. Tudo Foi Surрresa (Valzinho / Реterрan)

04. Três de Setembro (Valzinho / Renato Ваtista)

05. Feliсidаde (Vаlzinho / Rеinaldo Diаs Lеmе)

06. Amаr e Sofrer (Valzinho)

07. Doсе Vеnеno (Valzinho / Саrlos Lentine / M. Gоulаrt)

08. Tеu Olhаr (Garoto / Valzinho) Participação: As Morenas do Barulho

09. Quando o Amor Vаi Еmbora (Valzinho / Evaldo Ruу)

10. Fantasia (Valzinho)

11. Саstigo (Valzinho / Маnеzinho Araújo)

12. Tormеnto (Valzinho)

13. Temрo de Сriança (Valzinho / Luis Вittenсourt)

14. Não Сonvém (Valzinho / Јоrge de Castro) Participação: Valzinho Vivеr Sеm Ninguém (Valzinho / Marсelo Mасhаdo) Participação: Valzinho The musicians performing are:

Rаdаmés Gnаttаli: Piano,Arranjos

Zé Меnеzеs:Guitarra

Luсiаno Реrronе: Bateria

Сhiquinhо dо Aсоrdеоm: Acordeom

Vidаl: Baixo

VАLZINНО New link

Créditos: Zecalouro

Mary Goncalves – Convite ao Romance (1952)

Here is another re post of from loronix: Mary GoncalvesConvite ao Romance (1952). No need to stress the point that it is, as all albums from loronix that I am re posting here, one of my favorites.
Everything you always wanted to know about actress and singer Mary Goncalves (but were afraid to ask), you can read in English here:
.
Mary Goncalves is primarily a movie actress who made a try on a career as a singer in the 50’s that was terminated some years before.
Convite ao Romance is one of the first records released by the legendary record label Sinter and features a pretty young Johnny Alf at the age of 22, playing piano. Mary Goncalves was responsible of recording the first Billy Blanco composition in 1951 and Billy provides two songs in Convite ao Romance. The vocal trio As Moreninhas (Bidu Reis, Odaleia Sodre and Zeze Gonzaga) are in charge of vocals and Maestro Lyrio Panicalli is in charge of the important mission of making arrangements.
.
and here where I have reprinted Edson Mendes‘ text in Portuguese. (Edson Mendes was the one who contributed with this album):
.
Convite ao romance Sinter SLP 10081952:
.
1. Podem falar (Johnny Alf)
2. Duvidando (Coelho Neto – Amado Regis)
3. O que é amar (Johnny Alf)
4. Tédio (Billy Blanco)
5. Estamos sós (Johnny Alf)
6. Não vá agora (Oscar Belandi – Luiz de França)
7. Escuta (Johnny Alf)
8. Dentro da noite (Billy Blanco)
.
Arranjos: Lyrio Panicalli
.
Flauta: Ary Ferreira
Saxofone: Quincas
Guitarra: Zé Menezes
Violinos: Irany Pinto
Piano: Johnny Alf
Vocais: As moreninhas (Bidu Reis, Odaléia Sodré e Zezé Gonzaga)
.
Informações sobre Mary Gonçalves:
Mary Gonçalves é o nome artístico de Nice Figueiredo Rocha, nascida em Santos em 25 de outubro de 1927.
Mary iniciou sua carreira como atriz de cinema. No início da década de 1950 foi contratada pela Rádio Nacional e com o destaque de suas atuações, foi eleita no concorrido concurso de Rainha do Rádio em 1952, com uma votação de 744.826 votos.
Nos anos 40 e 50 participou de diversos filmes, a maioria da Atlântida, como “Gente honesta“, “Não adianta chorar“, “Cem garotas e um capote“, “Está com tudo“, “Fantasma por acaso“, “Asas do Brasil“, “Vidas solitárias“, “Não me diga adeus“, “Barnabé tu és meu” e “O petróleo é nosso“.
Estreou em disco em 1951 pela gravadora Sinter, e em 1952 lançou por esta gravadora o LP “Convite ao romance“.
Como cantora de voz suave e interiorizada, gravava um repertório mais romântico e coloquial, e assim, incluiu no repertório deste disco as canções do então novato compositor Johnny Alf: Podem falar, O que é amar, Estamos sós e Escuta. São as primeiras gravações de composições deste renomado artista, que também participou do disco tocando piano.
O LP contém também duas composições de Billy Blanco, compositor que Mary já havia lançado em disco em 1951, com a música Rotina.
Embalada por este sucesso inicial, Mary tentou seguir carreira como atriz de cinema em Hollywood, mas não obteve o êxito esperado.
Em 1954 passou a gravar pela Odeon, mas ainda na década de 1950 abandonou a carreira artística e foi viver na Colômbia.
.
Discografia:
• Convite ao romance (1952) Sinter LP
• Penso em você/Só eu sei (1951) Sinter 78
• Aquele beijo/Chega mais (1951) Sinter 78
• Dorme filho (canção de ninar)/Presente de Natal (1951) Sinter 78
• Carnaval na Bienal/São Paulo (1951) Sinter 78
• Rotina/Vem depressa (1952) Sinter 78
• Convite ao romance (1952) Sinter LP
• Coerana/Aperta-me em teus braços (1953) Sinter 78
• O que é amar/Podem falar (1953) Sinter 78
• Dentro da noite/Não vá agora (1954) Sinter 78
• Obsessão/Diga (1954) Odeon 78
• Nem eu/Meu sonho (1955) Odeon 78
• Deixa disso/Patati-patatá (1956) Odeon 78
.
NICE FIGUEIREDO ROCHA
.
Créditos: Zecalouro / Edson Mendes