Quarteto Maraba – Minha Historia (1959)

Copacabana CLP 11124

Quarteto Marabá, premiered on Parallel Realities tonight, consists of Panchito, Pancho, Carmen and Ramon.
Pancho and Panchito are from Pernambuco, Ramon is gaúcho, while Carmen, who is married to Panchito, is from Uruguay.

Impressed with my insider’s knowledge? Then, to be honest, I must confess that I have found this personal information about the members of Quarteto Marabá on Memoria Musical

As you will probably guess, the beautiful female voice singing lead vocal on these compositions is Carmen‘s:

01. Minha História (Panchito)
02. O Crucifixo de Pedra (El Crucifijo de Piedra) (Hermanos Cantoral / Vrs. Carmen Duran)
03. Leblon (Panchito)
04. Mulher Eterno Problema (Panchito)
05. Fale Baixinho (Portinho / Heitor Carillo)
06. Eu Você e o Luar (Panchito)
07. Cu Cu Rru Cu Cu Paloma (Tomás Mendez / Vrs. Carmen Duran)
08. La Barca (Roberto Cantoral)
09. Aquarela de São Paulo (Arthur Nogueira)
10. Para Que (Ângelo Iervolino)
11. Custou Pra Arranjar (Antônio Rago / João Pacífico)
12. Paraguaia Linda (Jaime Janeiro)

LA HABANERA

Créditos: Pedro & 300discos

ADDITIONAL DISCOGRAPHY by Sidney Ferreira:

Eu tenho do Trio Marabá, o disco 78 rpm Star 296, contendo do lado A, o samba “Minha História (de Panchito)” e do lado B, a canção “ Ribeira (de Pancho e Panchito)”, sambas gravadas no dia 09 de julho de 1951 e também, o 78 rpm Copacabana 5044, contendo do lado A, o baião “Mulher rendeira (motivo popular nordestino, adaptado por Herve Cordovil)” e do lado B, o samba-canção “ Ninguém me ama (de Fernando Lobo e Antonio Maria)”, lançado em abril de 1953. No acompanhamento, o conjunto de Betinho (Alberto Borges de Barros). Agora, falando do LP Copacabana CLP-11124 (1959) Minha História, do Quarteto Marabá, como podemos ver consta uma regravação do samba “Minha História (de Panchito)” e uma belíssima interpretação de “Custou pra arranjar (de Antônio Rago e João Pacífico)”, que foi sucesso na voz de Hebe Camargo. A contracapa deste LP tem o texto do grande comediante Manoel de Nóbrega, apresentador do humorístico “Praça da Alegria”, pelas TVs Paulista e Record, nos ídos dos anos 50 e 60.