Parada de Sucessos (1953)

Sinter SLP 1003

Lyrio Panicali, who was the musical director of Sinter at the time, and selected musicians recording for Sinter in a, let’s say, sequel prior to the Conjunto da Boite – Meia Noite (1953) 10’LP (presented in another reality) which followed as the next Sinter release with serial number SLP 1004.

If you enjoyed Meia Noite, you will also enjoy:

1. Somos Dois (Klécius Caldas / Armando Cavalcanti / Luis Antônio) Lyrio Panicali
2. Noites do Rio (José Maria de Abreu / Alberto Ribeiro) Heleninha Costa
3. Luar de Paquetá (Freire Júnior / Hermes Fontes) Carolina Cardoso de Menezes (Piano) e José Menezes (Guitarra)
4. Porque Voltei (Haroldo Eiras / Victor Berbara) Ivan de Alencar
5. Canção de Dalila (Song Of Dalila) (Victor Young / Jay Livingston / Ray Evans / Vrs. Clímaco César) Zezé Gonzaga
6. Granada (Agustín Lara) Quincas e Os Copacabanas
7. Chega Mais (Pernambuco / Marino Pinto) Mary Gonçalves
8. Ternura (Lyrio Panicali / Amaral Gurgel) Lyrio Panicali

CONJUNTO DA MEIA NOITE

Créditos: Pedro & 300discos

Parada de Sucessos (1953)

Sinter SLP 1003

Lyrio Panicali, who was the musical director of Sinter at the time, and selected musicians recording for Sinter in a, let’s say, sequel prior to the Conjunto da Boite – Meia Noite (1953) 10’LP (presented in another reality) which followed as the next Sinter release with serial number SLP 1004.

If you enjoyed Meia Noite, you will also enjoy:

1. Somos Dois (Klécius Caldas / Armando Cavalcanti / Luis Antônio) Lyrio Panicali
2. Noites do Rio (José Maria de Abreu / Alberto Ribeiro) Heleninha Costa
3. Luar de Paquetá (Freire Júnior / Hermes Fontes) Carolina Cardoso de Menezes (Piano) e José Menezes (Guitarra)
4. Porque Voltei (Haroldo Eiras / Victor Berbara) Ivan de Alencar
5. Canção de Dalila (Song Of Dalila) (Victor Young / Jay Livingston / Ray Evans / Vrs. Clímaco César) Zezé Gonzaga
6. Granada (Agustín Lara) Quincas e Os Copacabanas
7. Chega Mais (Pernambuco / Marino Pinto) Mary Gonçalves
8. Ternura (Lyrio Panicali / Amaral Gurgel) Lyrio Panicali

CONJUNTO DA MEIA NOITE

Créditos: Pedro & 300discos

Conjunto da Boite – Meia-Noite (1953)

Sinter SLP 1004

An exceptional rarity, sent to us (as you have correctly guessed) by Pedro & 300 discos:

Sinter‘s fourth LP release (a 10 Inch) with tracks previously released as 78 rpms during the period from 1951 to 1952. sung by some of the finest radio singers of the period:

Heleninha Costa
Ernâni Filho
Neusa Maria
Maurici Moura
Mary Gonçalves
Carlos Augusto
Zezé Gonzaga
Roberto Paiva
Arrangements are by Maestro Lyrio Panicali
The compositions and their respective performers are:
1. Felicidade (Luis Antônio / Jota Júnior)
    78rpm: 0000048 / 1951 Intérprete: Heleninha Costa

2. Tua Ausência (Luis Batista Jr. / Manoel Paradela)
    78rpm: 0000054 / 1951 Intérprete: Ernâni Filho

3. Murmúrios (João Pinto / Regina Célia)
    78rpm: 0000055 / 1951  Intérprete: Neusa Maria

4. Não Digas Nada (David Raw / Victor Simon)
    78rpm: 0000142 / 1952 Intérprete(s): Maurici Moura

5. Só Eu Sei (Paulo Soledade / Fernando Lobo)
    78rpm: 0000057 / 1951 Intérprete: Mary Gonçalves

6. Briguei Com Você (Hianto de Almeida / Haroldo de Almeida)
    78rpm: 0000145 / 1952  Intérprete(s): Carlos Augusto

7. Foi Você (Ênio Santos / Paulo César)
    78rpm: 0000089 / 1951 Intérprete: Zezé Gonzaga

8. Três Apitos (Noel Rosa)
    78rpm: 0000076 / 1951 Intérprete: Roberto Paiva 

Créditos: Pedro & 300 discos

Mary Goncalves – Convite ao Romance (1952)

Here is another re post of from loronix: Mary GoncalvesConvite ao Romance (1952). No need to stress the point that it is, as all albums from loronix that I am re posting here, one of my favorites.
Everything you always wanted to know about actress and singer Mary Goncalves (but were afraid to ask), you can read in English here:
.
Mary Goncalves is primarily a movie actress who made a try on a career as a singer in the 50’s that was terminated some years before.
Convite ao Romance is one of the first records released by the legendary record label Sinter and features a pretty young Johnny Alf at the age of 22, playing piano. Mary Goncalves was responsible of recording the first Billy Blanco composition in 1951 and Billy provides two songs in Convite ao Romance. The vocal trio As Moreninhas (Bidu Reis, Odaleia Sodre and Zeze Gonzaga) are in charge of vocals and Maestro Lyrio Panicalli is in charge of the important mission of making arrangements.
.
and here where I have reprinted Edson Mendes‘ text in Portuguese. (Edson Mendes was the one who contributed with this album):
.
Convite ao romance Sinter SLP 10081952:
.
1. Podem falar (Johnny Alf)
2. Duvidando (Coelho Neto – Amado Regis)
3. O que é amar (Johnny Alf)
4. Tédio (Billy Blanco)
5. Estamos sós (Johnny Alf)
6. Não vá agora (Oscar Belandi – Luiz de França)
7. Escuta (Johnny Alf)
8. Dentro da noite (Billy Blanco)
.
Arranjos: Lyrio Panicalli
.
Flauta: Ary Ferreira
Saxofone: Quincas
Guitarra: Zé Menezes
Violinos: Irany Pinto
Piano: Johnny Alf
Vocais: As moreninhas (Bidu Reis, Odaléia Sodré e Zezé Gonzaga)
.
Informações sobre Mary Gonçalves:
Mary Gonçalves é o nome artístico de Nice Figueiredo Rocha, nascida em Santos em 25 de outubro de 1927.
Mary iniciou sua carreira como atriz de cinema. No início da década de 1950 foi contratada pela Rádio Nacional e com o destaque de suas atuações, foi eleita no concorrido concurso de Rainha do Rádio em 1952, com uma votação de 744.826 votos.
Nos anos 40 e 50 participou de diversos filmes, a maioria da Atlântida, como “Gente honesta“, “Não adianta chorar“, “Cem garotas e um capote“, “Está com tudo“, “Fantasma por acaso“, “Asas do Brasil“, “Vidas solitárias“, “Não me diga adeus“, “Barnabé tu és meu” e “O petróleo é nosso“.
Estreou em disco em 1951 pela gravadora Sinter, e em 1952 lançou por esta gravadora o LP “Convite ao romance“.
Como cantora de voz suave e interiorizada, gravava um repertório mais romântico e coloquial, e assim, incluiu no repertório deste disco as canções do então novato compositor Johnny Alf: Podem falar, O que é amar, Estamos sós e Escuta. São as primeiras gravações de composições deste renomado artista, que também participou do disco tocando piano.
O LP contém também duas composições de Billy Blanco, compositor que Mary já havia lançado em disco em 1951, com a música Rotina.
Embalada por este sucesso inicial, Mary tentou seguir carreira como atriz de cinema em Hollywood, mas não obteve o êxito esperado.
Em 1954 passou a gravar pela Odeon, mas ainda na década de 1950 abandonou a carreira artística e foi viver na Colômbia.
.
Discografia:
• Convite ao romance (1952) Sinter LP
• Penso em você/Só eu sei (1951) Sinter 78
• Aquele beijo/Chega mais (1951) Sinter 78
• Dorme filho (canção de ninar)/Presente de Natal (1951) Sinter 78
• Carnaval na Bienal/São Paulo (1951) Sinter 78
• Rotina/Vem depressa (1952) Sinter 78
• Convite ao romance (1952) Sinter LP
• Coerana/Aperta-me em teus braços (1953) Sinter 78
• O que é amar/Podem falar (1953) Sinter 78
• Dentro da noite/Não vá agora (1954) Sinter 78
• Obsessão/Diga (1954) Odeon 78
• Nem eu/Meu sonho (1955) Odeon 78
• Deixa disso/Patati-patatá (1956) Odeon 78
.
NICE FIGUEIREDO ROCHA
.
Créditos: Zecalouro / Edson Mendes